Liderança, administração, comunicação: conheça esses e outros fatores para um bom gestor residencial.

Veja quais são as principais características para quem procura se destacar no cargo.

A função do síndico de um condomínio é, por muitas vezes, menosprezada por inúmeras pessoas que acreditam que não há muito que se fazer no cargo. Contudo, esta função traz muitos desafios para o gestor residencial que precisará organizar toda a estrutura do condomínio, contribuindo para que tudo aconteça da melhor forma possível.

Assim, é imprescindível que, para terem o destaque que merecem, os síndicos adotem algumas medidas para encontrar o perfil ideal respectivo ao cargo. A União Social Administração de Condomínios traz as características que um síndico precisa ter para ser referência nesta função. Confira.

Um bom líder

O síndico de condomínio necessita ter a capacidade de liderar toda a equipe que contribui para uma boa convivência entre os condôminos. Desta forma, os funcionários precisam ver que nele reside um espírito de liderança – e não de chefia – possibilitando um diálogo aberto, mas sem deixar que as funções do condomínio sejam delegadas a terceiros. Também precisará ser firme e cauteloso quando necessita contratar uma administradora de condomínios.

Transparência é tudo

Entre as características que compõem o perfil ideal dos síndicos de condomínio encontramos a transparência: sua gestão precisa ser exemplar, submetendo suas contas à apreciação do Conselho Fiscal, e posteriormente divulgando os resultados em assembleias, além de apontar tudo o que for de interesse coletivo. Quanto mais transparente for a gestão, tanto do síndico, quanto dos conselhos (fiscal e consultivo), mais se conquista a confiança da comunidade.

Vestindo a camisa

Não se pode imaginar um bom síndico que acredite que sua função é puramente administrativa. Pelo contrário: é necessário que ele vista a camisa do condomínio, pois o local também é o seu lar. Quanto mais o síndico se doar pelo local que administra, mais rápidas e dinâmicas ficam as funções, impedindo que processos burocráticos ou a falta de empenho do síndico possam atrapalhar as rotinas produtivas no cotidiano.

Administrador e negociador

Outro ponto contundente do perfil de síndico é saber administrar e negociar – pois, como sabemos, um é indissociável do outro. Administrar e negociar as melhores condições comerciais com os fornecedores de serviços ou produtos, ou na gestão de conflitos condominiais, ajudam a agregar maior qualidade de vida aos condôminos.

Estar sempre disponível

Quando os moradores de um condomínio precisam de alguma coisa relacionada ao regimento interno, manutenção, dúvidas e sugestões, precisam encaminhar ao síndico. E, nesta função, estar disponível é característica primordial para uma efetiva gestão.

É claro que este cargo não exige um comprometimento 24 horas por dia, 7 dias por semana; síndicos têm trabalhos paralelos, famílias e outras coisas a fazer. Mas, um perfil ideal responde assim que possível a qualquer acontecimento.

Sofisticação e atualização

Entender o que há de novo – sejam contratos ou tecnologias – para administrar um condomínio pode fazer com que o síndico se destaque na função. Aqueles que trazem novidades e se atualizam com as melhores e efetivas ferramentas, como cursos e capacitações, podem não apenas se destacar, mas virar referência no seu ramo de atuação.

Conhecendo mais sobre o perfil ideal para um síndico de condomínios, que tal começar agora a avançar nos processos? Inscreva-se no curso da União Social, que traz as melhores dicas para administrar seu condomínio da melhor forma possível.

Veja também os ebooks:

http://materiais.us.com.br/como-contratar-uma-administradora-de-condominios

http://materiais.us.com.br/guia-do-sindico

União Social Administração de Condomínios

Deixe seu comentário

Seu email não será publicado, fique tranquilo.